Participe: 9195-1278 - Enviar mensagem WhatsApp

Gasolina e álcool estão mais caros; desconto no diesel não chega perto dos 0,46

O site de pesquisas Mercado Mineiro realizou o primeiro levantamento após a greve dos caminhoneiros. A pesquisa foi feita em 121 postos em Belo Horizonte e Região Metropolitana. Em comparação com os preços do dia 18 de maio, quando foi feita a última pesquisa, o preço médio da gasolina comum subiu 7,40% ou R$ 0.34, como conta o diretor do Site Mercado Mineiro e do aplicativo ComOferta.com, Feliciano Abreu.

Entre os postos de Belo Horizonte, o menor preço encontrado da gasolina comum foi R$4,589 e o maior R$5,099 variando 11.11%. Na cidade de Betim, o preço médio do litro da gasolina é de R$4.87. Já em Contagem o preço médio está em R$4.82.

O álcool combustível também subiu 7,55%. Mesmo assim continua vantajoso. De acordo com Feliciano Abreu, o consumidor deve optar mesmo pelo Etanol, que hoje custa 63% do valor da Gasolina. O menor preço do etanol foi de  R$2,799, enquanto o maior foi R$3.698, com uma variação de 32,12%.

O preço médio do diesel S-10 caiu 7,03% ou R$0,27 pelo litro. O preço médio que era de R$3,895 no dia 18 de maio, hoje está em R$3,621. O menor preço do litro do diesel é de R$3,394 e o maior de R$4,090, uma diferença de 20,51%.