Participe: 9195-1278 - Enviar mensagem WhatsApp

Homem é assassinado dentro de carro ao sair de casa para trabalhar em Montes Claros

Um homem de 28 anos foi assassinado após ser atingido por diversos tiros quando saia de casa para trabalhar no fim da tarde desta terça-feira (15) em Montes Claros. A vítima foi baleada dentro do carro em que dirigia, a poucos metros da casa em que morava no Bairro Alice Maia. Para a Polícia Militar, o homem teria estacionado em frente à casa de um colega de trabalho para oferecer carona, quando foi surpreendido por dois homens em outro carro que, depois de estarem emparelhados com o veículo da vítima, atiraram. As motivações do crime são desconhecidas.

Segundo a PM, não é possível precisar quantos tiros atingiram a vítima. Pelo menos 10 disparos de arma de fogo foram contabilizados pela perícia da Polícia Civil, que compareceu ao local. A vítima não tinha passagens pela polícia e, segundo vizinhos que não quiseram se identificar, era uma pessoa tranquila; ele trabalhava como segurança em um posto de combustíveis. O homem foi baleado nas costas, nos braços e no abdômen.

A vítima morava com a avó e a mãe, que não estavam na cidade no momento dos disparos. De acordo com vizinhos, os familiares da vítima estavam em um sítio de propriedade da família. O corpo foi identificado por uma ex-namorada e vizinha do homem.

O corpo foi removido por uma funerária de Montes Claros. O carro que a vítima dirigia foi apreendido pela Polícia Militar; o veículo ficou com várias marcas de tiros na lataria. Até a publicação desta matéria ninguém foi preso.

Segundo assassinato

Este foi o segundo assassinato registrado em Montes Claros nesta terça-feira. No Bairro Vila Castelo Branco um homem de 24 anos foi morto com 19 tiros, segundo a PM, três dias após sair da cadeia. Para a polícia, o crime pode ter relação com o tráfico de drogas, praticado na região por gangues rivais que disputam o domínio do bairro.O autor dos disparos não foi encontrado até a publicação desta matéria; a polícia afirma que os casos não possuem ligação